Anadia: Encapuzados assaltam gasolineira

7/29/2009 12:19:00 da tarde Publicado por Jolly Jumper

Criminosos dispararam de caçadeira e fugiram com pouco mais de 100 euros. Funcionário e quatro clientes refugiaram-se no escritório
Eram 23.55 horas de anteontem quando um Fiat Uno (cinzento) irrompeu pelas bombas de gasolina do Campo Largo, à face da EN1/IC2, no lugar da Malaposta, em Arcos, concelho de Anadia.
“Estávamos a tomar café quando entrou por aqui dentro, a ‘toda a gáspea’, um Fiat Uno com quatro indivíduos encapuzados”, recordou ao Diário de Aveiro Pedro Cruz, instantes depois do assalto.
Segundo esta testemunha, ele e quatro amigos faziam companhia ao funcionário da gasolineira, “como habitualmente”, quando foram surpreendidos pela viatura a grande velocidade. Quase sem reacção, viram os quatro homens – dois com capuz vermelho, um com capuz azul-escuro e outro com capuz branco – sair do carro armados de caçadeira e a gritar: “Isto é um assalto”.
(Ler notícia completa na edição em papel)

Francisco Manuel/ Vera Tavares
...
Publicado em Diário de Aveiro
...

29 Julho 2009 - 00h30

Anadia: Grupo foge em fiat uno roubado horas antes

Dispararam tiro em gasolineira

Em choque. Era o estado de José Vilaverde, de 40 anos, funcionário das bombas da BP, em Malaposta, Anadia, após o assalto de ontem de madrugada. Natural de Sangalhos, Anadia, José Vilaverde já trabalhava "há alguns anos no posto", disse ao CM um colega de trabalho. Mas nunca tinha passado por uma situação semelhante: quatro indivíduos, todos encapuzados e de calças de ganga, surgiram no à meia-noite de ontem, munidos com caçadeiras, e obrigaram-no a entregar todo o dinheiro.

'Disseram-me que o José, quando os viu a dirigir-se para a bomba, fugiu logo com um cliente que cá estava para dentro de um anexo que há no interior da loja de conveniência', continuou um funcionário do posto assaltado.

Quando entraram na loja, os assaltantes não ameaçaram a única cliente que ficou no posto, tendo--se deslocado para a porta onde, segundo apurou o CM, se encontrava o cofre. Desferiram um tiro contra a maçaneta e mal se viram na posse do dinheiro 'fugiram ao volante de um Fiat Uno cinzento, que tinham furtado horas antes em Mourisca do Vouga, Águeda', confirmou fonte policial.

O posto de abastecimento de combustíveis já tinha sofrido assaltos no passado, mas sempre fora do horário de expediente. O clima entre funcionários é de sobressalto, havendo mesmo quem tema ficar com o turno da noite: 'Nunca se sabe o que aí vem', confidenciou outro funcionário.

Nuno Neves
...
Publicado no Correio da Manhã

7 comentário(s):

  1. ML disse...

    Isto está lindo, está, está!

  2. ML disse...

    Isto está lindo, está, está!

  3. Sérgio Bandeira disse...

    E tu estás um bocadinho repetitiva... :p

  4. Jolly Jumper disse...

    é porque está duplamente mau! :S

  5. Leiam a imagem disse...

    "Duplamente"! Há razões para isso. É quase "notícia nossa de cada dia" hoje em dia, e de dia tb!

  6. nuno vilhena disse...

    Eu ainda acho piada o cliché "isto é um assalto" LOL

    entram a toda a velocidade, cara tapada, cacadeira e o que deveria ser aquilo... uma doação anonima
    À Galp? =)

  7. Sérgio Bandeira disse...

    "Mãos ao ar! Isto é um assalto!"
    hehe