"2012 será o pior ano desde 1974" - Frasquilho

11/02/2011 08:13:00 da tarde Publicado por Jolly Jumper

No passado dia 31 de Outubro, a Comissão Política de Secção do PSD de Anadia (PSD/Anadia) realizou mais uma conferência no Curia Palace Hotel, desta vez subordinada ao tema “Orçamento do Estado para 2012”. Para este evento foi convidado Miguel Frasquilho, vice-presidente da bancada parlamentar do PSD, contando ainda com a presença de António Topa, presidente da Comissão Politica Distrital do PSD de Aveiro. Com uma sala cheia, estiveram a assistir mais de 100 pessoas, militantes do PSD e outros cidadãos que quiseram ouvir as explicações do orador.
(...)
Na sua intervenção, Miguel Frasquilho começou por afirmar que na entrada para 2012, Portugal vai ter o pior ano desde o 25 de Abril de 1974, situação provocada por um caminho de grande irresponsabilidade levado a cabo pelos governos socialistas. E perante isto era imperioso tomar um conjunto de medidas, muitas delas duras e impopulares, porventura injustas, mas necessárias. Segundo o mesmo, os líderes europeus terão que tomar uma postura mais eficaz e célere na defesa da União Europeia e dos seus povos.

Elucidou ainda os presentes que os cortes nos subsídios de férias e natal em 2012 e 1013 para a função pública, são indispensáveis, para garantir o equilíbrio orçamental exigido pela Troika (2/3 por redução da despesa e 1/3 pelo lado da receita), visto que o problema de Portugal é o excesso de despesa, e estas medidas são cortes na despesa. Rejeitou, como alternativa a estas propostas a aplicação de um imposto a toda a sociedade, situação que seria muito nefasta pois os portugueses já estão fiscalmente muito onerados. (...)

A Comissão Política de Secção do PSD de Anadia
Gabinete de Comunicação

1 comentário(s):

  1. Tiago Mouta disse...

    "2012 é o pior ano desde 25 de Abril de 1974...", significa que o primeiro trimestre de 1974, também não terá sido muito bom...
    "A grande irresponsabilidade dos governos socialistas...", (que eu considero como verídica...), compreende a fuga de Durão Barroso para Bruxelas e as políticas de Cavaco no tempo das vacas gordas???
    É que o PSD também é socialista no nome...
    "...a defesa da UE e dos seus povos..." São assuntos independentes e até divergentes na conjuntura económica actual!
    O problema de Portugal foi comportar-se como o "filhinho do ricaço com grande mesada", pois bem, a mesada acabou.
    O excesso da despesa é apenas fruto das políticas deste e doutros executivos permissivos face à UE...
    O salário mínimo está muito longe da média europeia, já os impostos nem tanto...
    Não vale a pena criar um "imposto para todos" porque ele já existe em várias dimensões, chama-se IVA e acabou de subir...
    O equilíbrio orçamental é impossível se:
    1- É apenas baseado em crédito e o pagamento de juros sobre juros...
    2- A maior despesa é o aparelho governativo e as suas subsidio dependências.
    3- Os cortes na saúde e educação, não são cortes de despesa, são crimes inconstitucionais, porque não cortam no nº de deputados, assessores, despesas de representação, carros topo de gama, subvenções, subsídios, reformas e PPP!

    Falta seriedade senhores...

    Agora venha daí o primeiro ofendido dizer o contrário do que está à vista de todos!
    Se 2012 é o pior ano desde 1974, ano de revolução...
    Talvez vá sendo tempo de fazer outra revolução e rejeitar "os acomodados"...